Principal Links Clientes Contato

 

Cultura Hortícula

Por Eng. Agr. Ricardo Adrián Muradas

 

 

     ALMEIRÃO

Melhores variedades: folha larga, e branco.

Adubaçõo por m2: 8 kg de esterco, 150 gramas de superfosfato simples e 15 gramas de Cloreto de potássio; em cobertura: 15 gramas de sulfato de amônio aos 15, 25 e 35 dias após a germinação, para a mesma unidade de área.

Época de plantio: março - agosto

Espaçamento: 10 a 25cm

Época de colheita: 50 dias após o plantio, continuando por um período variável.

Tratos culturais: desbaste, irrigação freqüente por aspersão.

Combate à erosão: canteiro em nível

Combate a moléstias e pragas: Insetos: Melatol 50 e a 20% ou Phosdrina 0,15%. Fungos: Dithane M-45 a 0,20%

Rendimento normal: folhas muito variáveis.

Sementes necessárias: 2kg/ha

Observações: A cultura pode dar até oito cortes sucessivos. Aplicar o nitrogênio sempre em cobertura.

 

 

 

 

Hortas: Alta produtividade e baixos custos.

 

 

 

 

     CENOURA (Daucus carota L.)

Melhores variedades: Nantes strong top, earty nantes e meio comprida de nantes. 

Adubação incorporada por m2: 5 kg de esterco de curral curtido; 50 gramas de superfosfato-simples, 20 gramas de Cloreto de potássio. Em cobertura por m2: aos 20 e 40 dias após a germinação, 20 gramas de sulfato de amônio ou nitrocálcio em cada aplicação.

Época de plantio: fevereiro - agosto

Espaçamento em canteiros: 25 x 5 cm.

Em patamares: 30 x 5 cm para facilitar trato mecânico

Época de colheita: 3 a 4 meses após semeadura

 

Tratos culturais: limpeza com capinas ou herbicidas específicos e escarificações.

Combate à erosão: linhas ou canteiros em nível, patamares.

Irrigação: por aspersão, ou infiltração sempre que necessário

Melhor rotação: plantas de outra família, adubo verde.

Combate a moléstias e pragas: Manchas nas folhas: pulverizar com Manzate ou Dithane M-22 a 0,2%. Afíbios: Ambush

Rendimento normal: 20 a 25 toneladas por hectare.

Observações: semear em local definitivo. O solo deverá estar com pH entre 5,5 e 6,8. Como herbicida usar Afalon ou Lerox, de acordo com as instruções do fabricante.

 

 

 

 

 

     CONFREI (Symphytum officinale)

Origem: é uma planta originária da Rússia, da região do Cáucaso e, atualmente, encontra-se difundida em todo o mundo.

Botânica: quando bem desenvolvida atinge 80cm de comprimento por 15cm de largura de folhas. O sistema radicular é vigoroso, podendo alcançar 1,5m de profundidade.

As folhas são de coloração verde-clara, escurecendo à medida que envelhecem; possuem uma pilosidade branca em ambas as faces.

Solo: prefere os profundos, ricos em matéria orgânica.

Clima: é resistente à seca, mas suscetível a geadas.

Multiplicação: por divisão de touceiras e raízes; os pedaços devem ser cobertos por uma fina camada de terra.

Plantio: as mudas são planta­das em espaçamento de 80 x 80 cm, aconselhando-se um plantio não muito profundo.

Adubação por cova: 2kg de esterco curtido, 20 g de sulfato de amônio, 25 g de superfosfato simples.

Colheitas: 2 a 3 meses após o plantio, o confrei cobre toda a área plantada, podendo então se fazer a primeira colheita.

    O corte é feito tirando-se as folhas mais velhas. Tam­bém pode ser cortada a planta inteira a 4cm do solo.

Consumo: 4 a 5 folhas/animal adulto por dia.

Utilidade: cicatrização interna (hemorragias) ou externa (cortes) fraturas.

 

Confrei: remédio para hemorragia e fraturas.

 

 

Leia Mais